quarta-feira, 1 de junho de 2016

Desabafos de uma Mulher 1



Olá amores!

As pessoas tem sempre uma mania de comentar tudo nos outros, isso é tão frustrante! Acham de comentar o corpo das outras pessoas, mas certamente que não se olham ao espelho, mas nem é essa a questão, a questão é comentar o corpo do outro como se tivessem esse direito! Ora, ao raio com isso!
O corpo é meu e ninguém tem o direito de comentar se estou gorda, se estou magra, se estou seja lá o que for!
Será que essas pessoas pensão antes de abrir a boca? Será que alguma vez pensam: ela talvez tem excesso de peso ou é gorda por alguma questão de saúde? Será que ela é magra por algum problema de saúde? Não, não pensam! Só pensam que tem o direito de fazer os outros se sentirem mal com o seu próprio corpo.
Mas porque fazem isto? Bem, ao final de anos a pensar nesta questão vou bater sempre à mesma resposta: Talvez sejam assim porque se sentem mal com o seu próprio corpo e para se sentirem melhor têm a necessidade de rebaixar os outros. E não falo só em questões de corpo, mas também de personalidade e outros.
Vocês devem estar a pensar: Mas Catarina, porquê tanta fúria agora?
Bem, estou farta das pessoas estarem sempre a falar deste tipo de assunto e nunca fazerem nada para que isto mude, pois se tanto é falado porque ninguém muda ou fazem algo para mudar?
Eu sei que também estou aqui a falar mas não estou a mudar nada, mas também preciso de deitar para fora a minha opinião!
Não concordo com estas atitudes de bulling, mas também devo de dizer que nós temos de criar mecanismos de defesa e de ataque se for preciso! Falo por experiência própria, durante a minha adolescência passei por uma fase muito má, chamavam-me de gorda, diziam que tinha de perder peso para estar no desporto que mais queria, e isto por parte de treinadoras, pessoas adultas. Nessa altura fiz algo que nunca devia ter feito (deixar de comer) mas lá consegui perder peso, o problema foi a minha saúde que começou a ficar debilitada e acabei por ficar com anemia (falta de ferro no sangue), hoje em dia já estou melhor e foi preciso percorrer um duro caminho, porém às vezes ainda oiço algumas pessoas dizerem-me: Tas gordinha! Cuidado com o que comes. Tens pernas grossas!
Ora muito bem, claro que me magoa, mas comecei a ter mecanismos de defesa e dar respostas a essas pessoas, como do tipo: Pelo menos não me falta comer em casa. A minha gordura é problema meu, quem não gosta não olha. Entre outras frases, algumas delas mais mazinhas, mas às vezes saem-me da boca, que querem não consigo evitar.
E não pensem que estou aqui só a falar de gordas, não pois também passei pela fase da magreza (como disse antes fiz aquela asneira e consegui emagrecer), mas até nessa altura havia quem dissesse: Credo, até se vê os ossos. Esconde isso!
Graças a Deus, parece que ninguém fica satisfeito com nada, assim que temos de ser nós a estarmos satisfeitos connosco.
Parece que as pessoas não percebem que cada um de nós é diferente, uma pessoa pode ser magra/gorda por doença, por causa da estrutura óssea ou outro motivo mas não é da conta dos outros mas nossa. Para além do mais, acho que antes de nos preocuparmos com o facto de estarmos muito gordas ou muito magras, temos de nos preocupar com a nossa saúde, se a saúde estiver bem, que se lixe o resto!
O meu corpo não define a pessoa que eu sou nem a minha personalidade!

Peço desculpa pelo meu desabafo.

Com amor,
Catarina <3

9 comentários:

  1. Linda, eu escrevi um enorme texto, mas decidi apagar. No texto estava a contar a minha história, mas aqui quem importa és tu! Sê tu mesma, com mais ou menos peso TU é que tens de te sentir bem.
    Força!
    Beijinhos
    www.beatrizcouto.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh querida muito obrigada pelas tuas palavras e não havia problemas em contares a tua história estamos aqui para nos apoiar os uns aos outros. Uma vez mais MUITO OBRIGADA Beatriz <3

      Eliminar
    2. Oh querida muito obrigada pelas tuas palavras e não havia problemas em contares a tua história estamos aqui para nos apoiar os uns aos outros. Uma vez mais MUITO OBRIGADA Beatriz <3

      Eliminar
  2. As pessoas gostam de se meter na vida dos outros e preferem apontar os defeitos aos outros, do que olhar para si mesmos e decidir que querem mudar algo. Cada vez mais digo, o que importa e ser saudavel, acredito que isso depois reflecte-se no corpo e que ter um peso normal não é sinónimo de ser gordo como muita gente pensa e que todos os magrinhos são saudáveis (alias, deste um exemplo perfeito disso)
    Blog

    ResponderEliminar
  3. Eu já nem quero saber, se não gostam do que vêm têm bom remédio, olhem para outra coisa.

    Acho que sim o mais importante é estar saudável e sentir-se bem com o próprio corpo. Iria fazer hoje um post sobre este assunto no meu blog mas de uma perspectiva um pouco diferente.

    O melhor remédio para estes casos: ignorar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo quanto ao remédio é compreensível o que sugeres mas acho que também vai depender de como cada um é 😃

      Eliminar
  4. Infelizmente as pessoas gostam de se meter na vida alheia e isso é frustrante. São pessoas que não têm mais nada para fazer da vida e ficam a comentar tudo e mais alguma coisa sobre os outros. Mas isso não interessa cada um é como é e és linda. Ignorar é o melhor remédio.
    Segui o blog, visitas o meu?
    Beijinhos, Dare to Wear ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente, obrigada pelas palavras e bem vinda ao blog :D

      Eliminar